6 de abril de 2021

Toxoplasmose felina: descubra como proteger seus gatos desta doença

Se preferir, ouça a matéria:

Somente no Brasil, a população de gatos já ultrapassa os 24 milhões de animais, conforme dados da Abinpet. Se você divide a casa com um ou alguns deles, além dos cuidados de rotina com a saúde dos pets, precisa ficar atento aos sintomas da toxoplasmose felina.

Essa é uma doença infecciosa, não contagiosa. Na maioria dos casos, adquirida por via oral. Também chamada de “doença do gato”, ela é transmitida por um parasita, o Toxoplasma gondii, e tem nos gatos o seu único hospedeiro definitivo. Dessa forma, humanos e outros animais são apenas hospedeiros intermediários. Apesar de ser uma zoonose, dificilmente é transmitida de forma direta dos gatos para as pessoas.

SAIBA MAIS: CONHEÇA AS 4 DOENÇAS MAIS COMUNS EM GATOS

Mas se engana quem pensa que todos os gatos transmitem a toxoplasmose. Afinal, nem todos eles carregam o parasita. Os pets que têm acesso à rua e vivem em ambientes com poucas condições de higiene são os que estão mais suscetíveis à contaminação.

 

toxoplasmose felina


Formas de contaminação

Dizer que gatos são os únicos hospedeiros definitivos do parasita que causa a toxoplasmose significa que todo o ciclo reprodutivo desse parasita acontece no organismo do animal. Ou seja, ele entra no corpo do felino pela ingestão de água ou alimentos contaminados, como carne crua ou carne de caça de aves e roedores. Assim que ingerido, se instala no intestino do pet onde, após cerca de 15 dias, se reproduz. Depois, seus ovos saem com as fezes dos gatos, já na fase aguda da infecção. Assim que depositados no solo, os parasitas podem infectar outros animais ou pessoas.

No caso dos humanos, a contaminação acontece pelo contato direto com essas fezes ou pela ingestão de alimentos crus ou mal cozidos que estejam contaminados. Entre eles estão as hortaliças, carnes e embutidos.

Por isso que os hábitos de higiene são importantes. Assim você preserva tanto a saúde dos gatos quanto a dos humanos.

Entre os principais cuidados para evitar a transmissão da toxoplasmose felina estão:

Não alimentar os gatos com carnes cruas ou mal cozidas

– Manter os ambiente sempre limpos e arejados

– Recolher frequentemente as fezes dos gatos

– Evitar que os gatos fiquem na rua

– Higienizar a liteira periodicamente. Nesse caso, você pode contar com Enzimac Gatos que, além de auxiliar na limpeza, elimina os odores desagradáveis causados pelo xixi e cocô dos gatos

– Fazer trocas constantes da areia

– Utilizar luvas sempre que manipular a terra dos jardins ou a areia do gato

– Mantenha as consultas periódicas com o Médico Veterinário

A única forma de detectar a contaminação nos gatos é por meio de teste sorológico. Caso se comprove a contaminação, leve o pet imediatamente para consulta com o Médico Veterinário. Ele irá avaliar o caso e indicar o melhor tratamento.

 

toxoplasmose felina

Principais sintomas e tratamento da toxoplasmose felina

A toxoplasmose é uma doença assintomática na maioria dos casos e, por isso, de difícil detecção. Os sintomas podem aparecer em diferentes momentos, conforme o ciclo de vida do hospedeiro. Estes sinais podem evoluir dos mais leves para os mais graves, por isso é importante ficar atento ao comportamento do seu pet. Entre os principais sintomas estão:

– Vômitos

– Diarreia

– Dispneia

– Febre

– Tosse

– Dor muscular

– Baixa imunidade

– Perda de peso

– Prostração

Em casos de comprovação da doença, o tratamento indicado pelo Médico Veterinário, na maioria dos casos, é com antibióticos. Em média, dura de duas a três semanas, conforme indicação médica.

© LABGARD SAÚDE ANIMAL BE220