5 de julho de 2021

Gato assustado: o que fazer para ajudar seu pet a se acalmar

Além da fama de desconfiados, existem algumas situações que podem incomodar bastante os gatos. Por isso é importante observar o ambiente sempre que perceber seu gato assustado. Às vezes, esses momentos deixam o pet mais agressivo e isso pode prejudicar a relação dele com os humanos. Por isso, é importante identificar a causa do susto e tentar reverter o quadro.

Se preferir, ouça a matéria:

 

Nem todos os gatos possuem os mesmos comportamentos e, por isso, cada felino pode reagir de forma totalmente diferentes à mesma situação. Quando estão assustados, alguns fogem, outros se escondem e também há aqueles que agridem. Por isso, observe as atitudes dele e tente reconhecer os momentos em que age diferente.

SAIBA MAIS: O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA ADOTAR SEU PRIMEIRO GATO

gato assustado

Como identificar um gato assustado

– Pupilas dilatadas

– Bigodes levantados quase na horizontal

– Sobrancelha franzida

– Olhar fixo

– Patas posicionadas para fugir

– Posição de defesa

Situações que podem assustar seu gato

Existem algumas situações que são mais propícias para deixar seu gato assustado. Festas e reuniões em casa são algumas delas. Nesses momentos, a movimentação de pessoas e até mudanças no ambiente podem causar estranhamento e medo no pet. 

Nunca retire o pet de casa ou deixe-o sozinho em algum cômodo fechado para evitar que isso aconteça. O ideal é pensar em alguns reforços positivos nesses dias, para que o gato faça associações boas a esses momentos. Por exemplo, brincar com ele enquanto outras pessoas chegam ou deixar as visitas oferecerem petiscos.

Outros momentos que podem assustar os gatos são as comemorações com fogos de artifício e rojões. Por causa do barulho e, em alguns casos, das luzes, os gatos podem ficar amedrontados e se esconder embaixo dos móveis e dentro dos armários. Alguns, inclusive, podem até fugir de casa em busca de um lugar seguro ou ficarem imóveis, sem responder a estímulos. Para evitar isso, fique por perto do seu pet e, se ele quiser, deixe-o no colo. Outra alternativa é colocar alguma música ambiente, com volume suficiente para abafar o barulho dos fogos.

Mudar para uma nova casa e se deparar com um novo membro na família também são situações que podem deixar o gato assustado. Principalmente porque eles são territorialistas e lidar com o novo requer um tempo de adaptação.

Além disso, traumas do passado, especialmente se o gato foi resgatado das ruas, podem vir à tona em alguns momentos e deixar o gato desconfortável e inseguro.

 

gato assustado

 

4 dicas para acalmar seu gato assustado

Ver o animalzinho de estimação assustado, com medo e estressado não é nada agradável. Por isso, seguir algumas dicas como as que apresentamos a seguir pode contribuir para deixar seu gato mais tranquilo.

1 – Respeite o tempo do gato

Nem todos se acostumam logo de cara com situações e pessoas. Até mesmo o tutor pode representar uma ameaça para o pet em algum momento. Por isso, se ele se esconder de você ou não quiser ficar por perto, dê esse espaço a ele até que esteja receptivo ao contato novamente. Nunca force a interação, pois isso só vai fazer ele ficar mais assustado.

2 – Reduza os barulhos perto do gato

Caso seu gato seja daqueles que se assusta com barulho, evite que ele esteja por perto quando sons altos forem acontecer. Se for ligar eletrodomésticos como liquidificador, aspirador de pó ou máquina de lavar, por exemplo, feche a porta desse ambiente e coloque o pet em outro cômodo.

3 – Invista no reforço positivo

Sempre que conseguir identificar as situações que deixam o gato assustado, veja se é possível fazer algum reforço positivo nesses momentos. Por exemplo, se ele muda de comportamento quando alguém chega, essa é a hora de oferecer algum petisco, brinquedo ou sachê.

SAIBA MAIS: DESCUBRA TUDO SOBRE CATNIP, A ERVA DO GATO

4 – Utilize feromônios

Para acalmar seu gato, uma opção também é o uso de feromônios artificiais. Esses produtos possuem aroma agradável e familiar aos felinos. Além disso, são relaxantes para eles. Dessa forma, ao espalhar o produto pela casa, o pet se sentirá mais seguro e confortável em ficar ali.

© LABGARD SAÚDE ANIMAL BE220