14 de abril de 2020

Saúde e bem-estar dos gatos: descubra os cuidados que seu pet precisa

Se preferir, ouça a matéria:

Quem tem um bichano em casa está sempre em busca de dicas para garantir mais saúde e bem-estar dos gatos. Afinal, eles são sim muito sociáveis e conhecer suas características e necessidades é importante para manter os cuidados que auxiliam também na boa convivência em casa.

SAIBA MAIS: DICAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA PARA QUEM MORA COM CÃES E GATOS

Essa atenção com os pets começa desde que eles chegam para fazer parte da sua família. Filhotes ou já adultos, existe uma série de cuidados que são necessários e que a gente mostra a seguir.

5 dicas para cuidar da saúde e bem-estar dos gatos

Tudo que envolve o cuidado com os bichanos passa pela avaliação frequente do Médico Veterinário. Por isso, a principal recomendação para garantir saúde e bem-estar dos gatos é seguir as orientações do profissional, tanto as que envolvem vacinação quanto aquelas relacionadas à alimentação e higiene.

1 – Vacinação

A partir de 8 semanas de vida os gatinhos devem tomar algumas vacinas. Elas servem para proteger das doenças virais que, em alguns casos, podem até ser fatais. Entre as principais vacinas que os gatos devem receber estão V3 ou V4 e antirrábica. Para saber em qual momento seu gato deve ser imunizado e qual vacina deve ser administrada só quem pode indicar é o Médico Veterinário.

Há quem pense que a vacina antirrábica seja indicada apenas para os cães, mas isso não é verdade. A raiva é uma zoonose, pode ser transmitida entre os animais e o homem, e é fatal. Por isso a vacinação é imprescindível. Geralmente é transmitida através da mordida de um animal infectado, que pode ser um gato, um cão ou mesmo um morcego. Quando infectados os animais apresentam sintomas como alterações neurológicas e de comportamento, tornando-se mais agressivos ou depressivos sem causa aparente. Muitos também não conseguem engolir água e outros líquidos conforme a doença progride.

2 – Castração

Não existe uma idade certa para castrar o gato, mas o ideal é que seja assim que finalize a sequência de vacinação. Isso deve ocorrer por volta dos 5 ou 6 meses de idade. Esse período é o mais indicado pois evita o estímulo hormonal.

A castração precoce das fêmeas, ou seja, que acontece antes do primeiro cio, além de prevenir a reprodução indesejada, é indicada para prevenção de doenças como câncer de mama e infecções no útero, muito comuns entre as que não são castradas.

Já nos machos é importante a castração para evitar fugas, reduzindo o risco de se envolverem em brigas e contraírem doenças.

3 – Alimentação

É fundamental oferecer uma alimentação de boa qualidade. Para garantir isso, o ideal é procurar um Médico Veterinário que irá avaliar a saúde do gato e recomendar o que melhor corresponde às necessidades do felino.

No mercado existem alguns tipos de alimentação disponível para os gatos e se dividem entre ração seca e alimento úmido. 

A ração seca ajuda a manter os dentes sem tártaro e são uma ótima fonte de nutrientes. Na hora de escolher, prefira as que possuem classificação super premium, pois a qualidade e a digestibilidade são maiores. Elas também são divididas entre filhotes, adultos, idosos, raças específicas e as que auxiliam nos tratamentos de doenças como renal e obesidade, entre outras.

SAIBA MAIS: ALIMENTOS PROIBIDOS PARA PETS – O QUE CÃES E GATOS NÃO PODEM COMER

Já o alimento úmido pode ser encontrado em latas ou sachês e costuma ser muito bem aceito pelos gatos. Esse tipo é mais rico em água e isso é muito importante para os felinos. No entanto, é preciso atenção, pois em alguns casos pode provocar fezes mais úmidas e com cheiro fortes.

Além das opções industrializadas, os felinos também podem ser alimentados com uma dieta caseira. Tendência entre vários tutores, para manter essa alimentação mais natural é imprescindível que um Médico Veterinário especialista em nutrição elabore a dieta. Assim nenhum nutriente importante deixa de ser oferecido.

4 – Caixa de areia

É quase que unânime a opinião de que gatos são animais com hábitos de higiene muito fortes. Prova disso é que as lambidas no pelo ocupam boa parte do seu dia. Mas, além desse cuidado, fazer as necessidades no lugar certo está entre seus principais hábitos. Tanto é que aprendem muito rápido a utilizar a areia para fazer cocô e xixi. 

Por isso, é importante oferecer a ele um lugar exclusivo para usar como banheiro. Para fazer isso, primeiro escolha uma caixa com tamanho suficiente para que ele tenha espaço para se movimentar. Depois, selecione a areia sanitária que vai utilizar. Existem vários tipos no mercado, as que formam “torrões” em contato com a urina, são as mais indicadas.

Feito isso, determine um local onde a caixa vai ficar. De preferência, escolha um lugar tranquilo, de fácil acesso e longe da água e do potinho de comida. Para estimular o uso, principalmente dos filhotes, elogie e faça carinho sempre que ele acertar a tarefa.

Lembre sempre de recolher fezes e urina duas vezes ao dia. Se houver mais de um gato em casa, o ideal é que tenha sempre uma caixa a mais do que o número de animais. A limpeza da caixa e a troca da areia podem ser feitas a cada sete dias. Para essa tarefa, utilize o Enzimac Gatos.

O produto é um eliminador de odores e manchas à base de enzimas naturais e água. Foi desenvolvido especialmente para contribuir com a saúde e bem-estar dos gatos.

Quando for limpar a caixa, lave normalmente com água e sabão, logo após aplique Enzimac Gatos e deixe secar naturalmente. Você vai perceber que a caixinha fica muito mais limpa, sem aquele cheiro forte que o xixi dos gatos costuma deixar.

5 – Brincadeiras também estimulam a saúde e bem-estar dos gatos

Brincar e estimular a atividade física dos gatos é fundamental e tão importante quanto mantê-los bem alimentados e com as vacinas em dia. Além disso, as brincadeiras são uma forma de reforçar os laços de amizade e vínculo entre vocês.

Sem diversão é comum os gatos se sentirem estressados, com ansiedade e até depressivos. A falta dos momentos de brincadeira, pode também levar os bichanos a destruir a mobília e urinar em locais indesejados. Se isso acontecer, você também pode usar o Enzimac Gatos para a limpeza do xixi.

O ideal é definir e reservar um horário no seu dia para entreter seu gatinho, ele rapidamente vai se acostumar com essa rotina. Como eles têm um forte instinto de caça e são muito curiosos, brinquedos como ratinhos, passarinhos, plumas ou qualquer coisa que lembre uma presa irão agradar.

Caixas de papelão ou outros objetos em que possam se esconder são diversão certa para os felinos também. Se você fizer furo pela caixa, ele vai “caçar” tudo o que se aproximar. Arranhadores também são ótimos para entreter os bichanos e auxiliam com o comportamento. Afinal, o hábito de arranhar é uma maneira que encontram para demarcar o território, pois enquanto fazem isso liberam feromônios por meio das glândulas presentes nas patas. Isso ajuda a promover seu bem-estar e segurança.

© LABGARD SAÚDE ANIMAL