29 de maio de 2019

Infecção em cães e gatos: como tratar definitivamente

Uma coisa é certa: estamos cercados de bactérias por todas as partes. Como consequência disso, assim como nos humanos, elas podem causar infecção em cães e gatos. Suscetíveis a essa contaminação, os pets precisam de cuidados para que os sintomas sejam identificados logo no início e o tratamento iniciado em seguida.

Existem vários tipos de infecções que podem ser fatais para os animais se não forem tratadas a tempo. Entre elas estão piodermite, feridas traumáticas, otite, cistite, erliquiose, colite, pneumonia e encencefalite. No entanto, as mais comuns são as que atingem o trato respiratório e as dermatológicas. Por isso, é preciso ficar atento aos sintomas para iniciar o tratamento assim que a infecção iniciar.

SAIBA MAIS: COMO TRATAR AS PIODERMITES

Principais sintomas das infecções respiratórias

Quando alguns dos sintomas a seguir são detectados em cães, podem indicar a presença de doenças como tosse dos canis, parainfluenza ou pneumonias. Já os gatos nestas condições podem estar com clamídia, rinotraqueíte ou pneumonia.

– Tosse;

– Febre;

– Dispnéia;

– Secreção nasal;

– Secreção ocular purulenta;

Principais sintomas das infecções dermatológicas

As afecções dermatológicas são as maiores responsáveis por consultas com os médicos veterinários. Um em cada cinco pets que vão aos consultórios apresentam alguns dos sintomas a seguir que identificam problemas na pele como atopias, dermatites e piodermites.

– Prurido;

– Coceira;

– Incômodo;

– Vermelhidão na pele.

SAIBA MAIS: CONHEÇA OS SINTOMAS DA INFECÇÃO NOS OLHOS DE BOVINOS E OVINOS

Tratamento definitivo para infecção em cães e gatos

O cuidado e a atenção com a saúde dos animais também é sinônimo de carinho. Por isso, a Labgard está sempre focada em desenvolver produtos e medicamentos com esse propósito. Prova disso é o Clavugard, nosso mais recente lançamento. Com fórmula à base de amoxicilina e clavulanato de potássio, é a solução definitiva e na medida certa para tratar as infecções em cães e gatos.

Essa associação na fórmula de Clavugard é eficaz porque a amoxicilina, um antibiótico de amplo espectro que atua contra diversos microrganismos, é suscetível à degradação por beta-lactamases, enzimas que as bactérias utilizam como mecanismo de defesa. Assim, ao ser combinada com o clavulanato de potássio, impede a degradação pela beta-lactamase e potencializa a ação contra as infecções.

Clavugard é indicado para tratar principalmente infecções respiratórias e dermatológicas. Mas também pode ser usado para casos de infecções periodentais, gastrointestinais, geniturinárias e osteomielites. Está disponível em três apresentações: mini, medium e maxi, com comprimidos bissulcados, divisíveis e palatáveis para facilitar a prescrição do médico veterinário e o tratamento.

O medicamento não deve ser administrado em animais com alergia a penicilina ou disfunção renal e hepática. Também não é indicado para animais herbívoros de pequenos porte, como coelhos.

 

 

© LABGARD SAÚDE ANIMAL