7 de agosto de 2019

Evite que a gripe em cães e gatos se transforme em pneumonia

Assim como em humanos, durante o inverno é comum que os resfriados afetem os pets. Quando não tratada ou remediada sem o devido cuidado, a gripe em cães e gatos pode evoluir e se transformar em pneumonia. Consequentemente, põe em risco para a vida dos animais.

Fungos, bactérias e vírus são os principais causadores da doença e, quando bichinhos de estimação estão com a imunidade baixa, ficam fragilizados e mais suscetíveis à contaminação. A melhor forma de evitar o surgimento de gripes e sua evolução para quadros de pneumonia é a proteção. Por isso, é importante mantê-los ao abrigo do frio e da umidade e sempre bem nutridos.

SAIBA MAIS: SEIS DICAS PARA MANTER SEU CÃO PROTEGIDO DO FRIO

Além disso, outros cuidados são essenciais para manter a saúde dos pets em dia, conforme mostramos a seguir.

Principais cuidados para evitar a gripe em cães e gatos

– Evite expô-los a mudanças bruscas de temperaturas;

– Escolha dias mais quentes para o banho;

– Deixe a tosa para o verão;

– Invista em roupinhas, cobertores e almofadas;

– Escolha locais livres de umidade para deixar a cama ou casinha.

SAIBA MAIS: MANTENHA PULGAS E CARRAPATOS LONGE DE SUA CASA

Mas, se mesmo assim seu pet ficou gripado, esteja atento a alguns sintomas que listamos a seguir e podem indicar a evolução do quadro para pneumonia.

1 – Dificuldade para respirar;

2 – Tosse persistente;

3 – Febre;

4 – Secreções e corrimentos nasais;

5 – Desidratação;

6 – Perda de apetite;

7 – Latidos roucos.

8 – Em casos mais graves, o animal pode ficar com a boca e língua azuladas, o que significa falta de oxigênio no sangue.

Em todas as situações, o primeiro passo é levar cães e gatos ao médico veterinário para que o estado de saúde seja avaliado e o tratamento iniciado logo no início.

Em quadros de pneumonia, o controle e tratamento dos sintomas pode ser feito com Enrogard, de acordo com a prescrição do Médico Veterinário.

O medicamento tem ação antimicrobiana e bactericida e ainda atua no combate a infecções. Ele está disponível em três apresentações: 15mg para cães e gatos de até 3kg, 50mg para animais de até 10kg e 150mg para aqueles com até 30kg.

© LABGARD SAÚDE ANIMAL