1 de junho de 2020

Diarreia em gatos: como identificar os sintomas e tratar

Se preferir, ouça a matéria:

Quando sentimos qualquer desconforto estomacal ou intestinal nem sempre é possível identificar a causa. Agora imagine quando a situação envolve nossos pets que não podem se comunicar para dizer o que estão sentindo. Quando o caso é de diarreia em gatos fica ainda mais delicado, pois quando o tutor percebe que tem algo errado com o bichano o quadro de saúde pode não ser tão recente. 

Principalmente para aqueles que usam a caixinha de areia, já que o cocô pode mudar de consistência em contato com o produto. Por isso, é preciso estar sempre com o alerta aceso para a aparência das fezes durante a limpeza da liteira.

SAIBA MAIS: COMO EVITAR ODORES DESAGRADÁVEIS NA CAIXINHA DE AREIA DO GATO

Mas nem toda situação é de fato tão ruim. Em alguns casos a diarreia inicia como uma defesa para os felinos, pois ela serve para mostrar que algo está errado e protege a mucosa intestinal dos animais. Isso normalmente acontece quando a alimentação sofre alguma mudança. Por exemplo se a ração seca foi trocada pela pastosa ou produtos mais naturais. A diferença na quantidade de fibras de um alimento para o outro pode interferir na consistência das fezes ou causar outras reações intestinais.

diarreia em gatos

Os motivos para o surgimento de diarreia em gatos podem ser vários, desde a ingestão de alimentos inapropriados até vermes ou doenças mais graves. A seguir, apresentamos algumas delas.

Principais causas dos problemas intestinais nos bichanos

1 – Vermes

Os problemas digestivos podem ter origem em parasitas. A diarreia é um dos sintomas de várias parasitoses, como a giardíase. Por isso, manter a vermifugação em dia é tão importante.

2 – Estresse

Fatores emocionais também podem causar diarreia em gatos. Alguns pets são mais sensíveis que outros e até pequenas mudanças na rotina podem desencadear reações no organismo.

SAIBA MAIS: DESCUBRA OS ALIMENTOS PROIBIDOS PARA OS PETS

3 – Intolerância alimentar

Nem todos os alimentos são liberados para os felinos. Cebola e alho, por exemplo, podem causar sintomas como vômitos, diarreia, apatia, falta de ar e de apetite. Além disso, alguns animais podem ter alergias a certas comidas e isso nem sempre é possível saber sem que o bichanos tenha experimentado o alimento. Até mesmo o leite, que muitos julgam ser indicado para os gatos, pode trazer complicações como desconfortos intestinais, excesso de gases e diarreia.

Principais sintomas da diarreia em gatos

Tutores  que passam bastante tempo com seus felinos conseguem identificar facilmente quando algo não vai bem. Mesmo assim, redobrar a atenção em algumas situações é sempre a melhor forma de se certificar se o momento exige uma consulta com o Médico Veterinário.

Por isso, quando houver um ou mais dos sintomas a seguir, é hora de procurar ajuda.

1 – Uso da caixinha de areia mais vezes que o habitual

2 – Fezes líquidas mais de uma vez no dia

3 – Coloração diferente nas fezes

4 – Odor forte, aspecto de sujo e redução nos hábitos diários de higiene, como as lambidas

Tratamentos para diarreia em gatos

Não existe uma forma efetiva pra evitar o surgimento de diarreia em gatos. A principal dica de prevenção que os tutores devem seguir é manter a vermifugação em dia. Além disso, oferecer ao pet uma ração de boa qualidade e garantir que tenha uma alimentação equilibrada é necessário.

diarreia em gatos

Se mesmo assim o bichano apresentar alguns dos sintomas citados o primeiro passo é procurar um Médico Veterinário. Ele irá examinar o pet, solicitar os exames necessários e só assim passar um diagnóstico preciso.

Quando essa avaliação do quadro de saúde do animal estiver pronta, um dos tratamentos que o especialista pode indicar é com enrofloxacino. Neste caso, converse com ele sobre o uso de Enrogard. O medicamento é um antimicrobiano bactericida que age no combate a vários tipos de infecção. Está disponível em três apresentações, 15, 50 e 150 mg, o que permite adequar as dosagens ao tamanho do pet e finalizar o tratamento de forma segura. 

© LABGARD SAÚDE ANIMAL