19 de abril de 2017

Vermífugos: os pets precisam dele

Tão importante quanto a vacinação, o vermífugo protege cães, gatos e outros animais domésticos da contaminação por verminoses transmitidas por terra ou água contaminados. Os vermes se alojam em intestinos, rins, fígado e coração e, em alguns casos, podem ser transmitidos aos humanos.

A seguir, algumas dicas para identificar, tratar e prevenir a contaminação.

Principais sintomas da verminose

Os sintomas dependem de fatores como idade do animal, tipo de parasita e grau de contaminação. Atenção para fezes com sangue, de consistência pastosa e cheiro mais forte do que o normal, além de perda de peso, fraqueza e falta de apetite.

Tratamento da verminose

Um ou mais remédios associados podem ser indicados pelo veterinário para ampliar a proteção e evitar contaminação. Desenvolvido pela Labgard, o Vermegard é um poderoso vermífugo indicado para cães e gatos, principalmente no combate à Giardíase, causada por um protozoário que se aloja no trato intestinal de cães e gatos, e pode ser transmitido aos humanos.

Administração de vermífugos

O tratamento ideal para desverminar os animais começa antes mesmo de a mãe emprenhar. Quando grávidas, as fêmeas necessitam de mais uma dose do vermífugo, o que evita a transmissão transplacentária de vermes para as crias.

Desde filhotes os animais precisam ser protegidos. A primeira dose para cães é indicada nos primeiros 15 dias de vida. Para os gatos, a partir do primeiro mês.

Importante consultar um médico veterinário para avaliar o filhote, indicar a dose correta e a frequência de administração do remédio.

Higiene é essencial

Além de limpar o chão, a casinha, roupas e almofadas dos bichinhos, o descarte correto das fezes, no vaso sanitário ou no lixo orgânico, e a desinfecção do piso são essenciais para protegê-los dos vermes.

Desverminar cães e gatos é indispensável para manter a saúde dos pets e de sua família. Quando estão saudáveis e fortes, os peludinhos ficam mais dispostos e prontos para dar e receber carinho de seus donos.

© LABGARD SAÚDE ANIMAL